Quais as principais raças de reprodutores bovinos?

por Redação Portal IATF 16.911 views0

Perseu (2)

Um dos setores mais lucrativos da economia brasileira é o da criação de gado de corte, voltado para a produção de carne, extração dos ossos, couro e outros subprodutos bovinos; e a do gado de leite destinada exclusivamente à produção de leite.

Muito importante para você conseguir um bom faturamento nesse mercado é a escolha de bons exemplares de gados para o rebanho e ficar atento para os cuidados que cada raça exige.

Em um rebanho bovino os chamados reprodutores são aqueles animais que tem um físico mais forte em relação aos demais e que possuem um melhoramento genético.

A fim de garantir que a gene de determinado gado irá se perpetuar é preciso que você escolha a dedo as raças de reprodutores que irão “cobrir” as vacas, seja na pecuária de leite ou de corte.

Mas, você sabe quais as principais raças de reprodutores bovinos?

Como escolher o touro reprodutor

Iniesta (31)

Muitos produtores apenas compram o sêmen do animal para fazerem a inseminação artificial sem conhecê-lo e sem fazer uma análise criteriosa a esse respeito.

É importante você saber que a qualidade de seu rebanho é fortemente influenciada pela qualidade do seu touro reprodutor.

Caso você decida investir em inseminação artificial para matrizes reprodutoras é importante considerar a realização de exames:

  • Exames de fezes, urina e sangue.
  • Exame andrológico externo e interno.
  • Negativo para tuberculose e brucelose.
  • Avaliação do sêmen.
  • Aspectos comportamentais

Com relação aos aspectos comportamentais de uma boa raça de reprodutor bovino, deve observar o seguinte:

  • A capacidade de monta – precisa ser de no mínimo 25 vacas para 1 touro.
  • Comportamento – deve ser um touro calmo e com alta libido.
  • Raça – os de raça pura são melhores que os mestiços devido apresentarem características genéticas mais autênticas e confiáveis.
  • A idade – entre 2 até no máximo 8 anos já que quanto mais novo o touro for mais libido poderá ter para cobrir as fêmeas.
  • Conhecer a família – quanto mais informações você conseguir a respeito da família do touro (pais, avós, irmãos, filhos e seu tios) melhor. Dessa maneira é mais fácil ter certeza sobre o temperamento e outras características não observados no reprodutor que você deseja adquirir.
  • Aspectos físicos

No que diz respeito aos aspectos físicos é importante notar:

gado11

  • Postura – ou aprumo. O animal não deve apresentar defeitos nas articulações, nos cascos, nos membros anteriores e posteriores, deve ser bem aprumado, ter excelente capacidade para correr, montar com facilidade e andar.
  • Escore corporal – o reprodutor não deve gordo, mas também não magro. O ideal que apresente escore corporal entre 3 e 4 na escala.
  • Órgãos reprodutores – é importante que os testículos do animal estejam bem desenvolvidos e do mesmo tamanho. É interessante que você saiba também sobre o prepúcio devendo ser curto para diminuir o risco de ectoparasitos e lesões.
  • Aparência física – o animal deve ter costas, ancas, pernas e peito mais largos e fortes, mostrar uma cabeça imponente e bem diferenciada com um rosto mais masculino e rústico.

Cada raça tem suas peculiaridades e antes de fazer a escolha de um reprodutor bovino, você deve saber para que tipo de rebanho deseja investir, se no gado de leite ou no gado de corte.

Todas essas características devem ser olhadas como um todo, pois conjuntamente poderão fornecer informações que facilitarão a sua escolha como produtor, tanto para sêmen quanto para reprodutores bovinos.

Quais as principais raças de reprodutores bovinos?

Gado nelore

Na lista das principais raças de reprodutores bovinos deve estar em primeiro lugar o gado nelore, pois esse é predominante no Brasil.

Para que o gado nelore seja um bom reprodutor é preciso que apresente como características pescoço alongado, bocas e narinas largas, ombros largos em relação a traseira, costelas espalhadas e também largas, e os testículos e aparelho reprodutor bem desenvolvidos.

O gado nelore não é uma boa raça para gado de leite, mas sim é criado exclusivamente para a pecuária de corte.

Touro Brahman

Você sabia que os touros brahman tiveram origem no final do século XIX nos Estados Unidos?

É sim.

Mas, somente em 1994 é que essa raça chegou oficialmente ao Brasil e atraiu olhares do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Os touros da raça brahman tem como especialidade a pecuária de corte e se destacam por serem precoces na fertilidade, serem rústicos, docilidade, habilidade materna, alto percentual de musculatura e excelente capacidade de ganho de peso.

O touro brahman é o resultado do cruzamento de quatro raças sendo a guzerá, gir, krishna valley e nelore. Por isso ele é considerado um reprodutor forte que se adapta facilmente a vários ambientes.

Um bom reprodutor bovino dessa raça costuma ter costelas espaçadas, tórax profundo, garupa e lombo volumosos, orelhas e pele arredondadas médias.

Touros gir leiteiro

Se você deseja um bom bovino de leite, a sua escolha deve ser um touro gir leiteiro.

Essa é uma das principais raças de reprodutores bovinos que podem gerar belas crias tanto para gado de leite quanto gado de corte.

O touro gir leiteiro apresenta um crescimento rápido e geralmente para ser um bom reprodutor bovino ele deve ter os chifres para fora, para trás e para baixo, o crânio ultraconvex, orelhas caídas e giba avantajada, e os olhos precisam estar alinhados lateralmente com base em seus chifres.

Considerações finais

Por meio desse artigo você pode obter alguns conselhos muito importantes para a escolha de reprodutores e conheceu também as principais raças de reprodutores bovinos.

É preciso escolher com critério e se possível contar com o auxílio de um técnico para lhe ajudar quanto às informações dos animais. Procure sempre conciliar todos os dados para que você possa ter uma visão completa do animal e de sua origem.

Portanto, sabendo agora quais as principais raças de reprodutores bovinos você já está mais preparado/a para fazer uma escolha minuciosa que só poderá lhe trazer benefícios e também contribuir para com a pecuária no país e, consequentemente maior rentabilidade para você.

Tem mais alguma dúvida?

Registre nos comentários que respondemos!

Um forte abraço.

Receba nossos conteúdos

Assine a lista e receba conteúdos exclusivos do portal

Obrigado! Sua assinatura foi confirmada com sucesso!

Gostou do artigo? Deixe seus comentários abaixo

comentários

Share This