Os 10 mandamentos para administração de sua fazenda

por Redação Portal IATF 20.851 views0

pecuária

Toda boa fazenda que deseja valorização, necessita de uma administração com um bom planejamento e que seja bem organizada.

Nenhum agronegócio consegue obter sucesso sem uma boa administração aos redores, oferecendo suporte, dando atenção nos bastidores na linha de frente, agindo na gestão e contratação do pessoal, realizando planejamento de compras, criando táticas de vendas e ajuntamento com seu público-alvo, entre outras coisas.

Entretanto, nem todos os agropecuários das fazendas se dão conta disso nos primeiros anos de investimento.

Muitos agropecuaristas acham que o sucesso irá vir com o tempo e que seu organizador não irá precisar de um administrador ou muito menos ter conhecimento das noções básicas de administração de fazendas para ser bem-sucedido. Esse é um enorme e perigoso erro!

Sim, você precisa contratar um bom administrador de fazenda para reger a sua pecuária.

Existem muitas pessoas com variados dons para inúmeros negócios, porém, se você não tiver o conhecimento adequado, poderá colocar tudo a perder.

Você pode ser muito bom em fazer doces caseiros, fabricar máquinas para indústria ou até mesmo vender roupas, entretanto, se você não souber como administrar sua fazenda, todo o seu empenho poderá estar sendo gasto de maneira fútil.

Conhecer os princípios fundamentais de gestão, planejamento estratégico, constituição de valor de venda, contabilidade, estratégia de mercado, entre outros, é o princípio de um caminho de sucesso para uma fazenda.

É óbvio que existem as modificáveis exteriores à agropecuária, que em algumas ocorrências podem gerar o fracasso ou o sucesso de uma fazenda.

O fato é que se você estiver disposto para o pior, falemos desse modo, suas oportunidades de encarar o problema e sair bem-sucedido da circunstância são bem maiores.

Encarar uma crise, sem a noção apropriada do assunto, pode ser bastante arriscado. Por esse motivo, tenha sempre em mente a necessidade de preparar uma equipe adequada de gestão, com funcionários competentes de administração, recursos humanos, estratégia de mercado, planejamento, dentre outros.

Se caso a sua fazenda não contenha uma estrutura ou um espaço reservado que caiba todos esses profissionais no início do seu empreendimento, leve em conta a organização de uma equipe com poucas pessoas no começo, porém, com funcionários competentes e especializados nas áreas que são necessárias e fundamentais para a sua fazenda.

Caso você seja o único organizador do seu agronegócio, leve em conta fazer uma graduação em administração. Caso você já seja formado, busque por bons cursos de pós-graduação nessa área.

Invista no seu desenvolvimento como profissional nessa área, estude bastante, troque ideias com profissionais de renome, troque experiências e realize sempre uma boa gestão do seu agronegócio, ela pode transformar absolutamente a história da sua fazenda.

Em primeiro lugar, antes de enumerar métodos que completam a performance de suas atividades como gerenciador, seja como executivos, empresários ou agropecuários, é necessário enfatizar que em um mundo de ligeiras transformações não podemos perder tempo lendo em formas de poesia sobre o que refletimos, pois, a realidade do mercado vem de fato dos que operam nele, em presença de seus reais males a serem encarados.

Sendo dessa maneira, nossas determinações independem simplesmente do conhecimento teórico das coisas, contudo, maiormente de uma espantosa experiência no campo de combate.

Depois de todas essas dicas e conselhos de como você deve atuar para ser um bom administrador da sua fazenda agropecuária, segue abaixo 10 mandamentos que você precisa seguir para obter sucesso na administração da sua fazenda.

10 mandamentos para administração de sua fazenda

  1. Apresente domínios financeiros e administrativos na sua agropecuária: Desempenhe controles de estoque (registros), controles de entrada de caixas, contas a pagar e a ganhar, domínio de orçamentos e solicitados, registro de compradores, controle de cotações fixas e alteráveis, entre outros.
  1. Prepare um plano do agronegócio: Narre e esquematize a viabilidade financeira e mercadológica da fazenda. Também apresente o encargo, a visão e as importâncias da pecuária, bem como feição do público-alvo, layout e localização da fazenda, estimativa do investimento a ser realizado, forma legal, ajuste tributário, estudos de mercado (companheiros, fornecedores, rivais, entre outros), perspectiva de empórios, táticas de divulgações e metas de extenso prazo.
  1. Institua hábitos de tarefas: Concepção de um plano de trabalho que cooperará para a organização e sistematização dos procedimentos da sua fazenda. Para isso acontecer, é indispensável narrar as principais atividades dos setores ou dos funcionários abrangidos, tanto da parte funcional, quanto da parte gerencial do agronegócio.
  1. Acompanhe a contabilidade: Mesmo que exista o contrato do serviço de um contador, é importante que o agropecuário siga os documentos originados pelo escritório de administração, quanto as taxas, demonstrativos de saldos e cálculos mensais.
  1. Siga e se ajuste às modificações do mercado: É de grande importância que o agropecuário siga às novas tendências do mercado para a fração em que opera. Sejam elas, sociais, ambientais ou tecnológicas.
  1. Divulgue sua fazenda: Desempenhe divulgações de acordo com as características do público, não tendo em vista apenas assuntos financeiros. Use de meios de divulgações mais modernos e que destaquem o anseio e a necessidade do público-alvo.
  1. Se conecte a internet: Use a internet para oferecer a sua fazenda e para se modernizar quanto às informações do segmento. Existem, hoje em dia, meio gratuitos para anunciar na internet, como: loja virtual e construção de site.
  1. Treine e motive os funcionários: Os funcionários precisam sempre estar motivados e capacitados para o trabalho na pecuária. São peças-chaves no desempenho das atividades esquematizadas. Não se esqueça que, além de ser funcionário, ele também é um freguês interno da fazenda.
  1. Desempenhe uma ponderação de satisfação do cliente: Identifique a satisfação dos clientes, montando um simples sistema de contato pós-venda. Desse modo, o agropecuário identificará presumíveis falhas e poderá preparar novas táticas para recepção com qualidade.
  1. Crie um clima organizacional adequado: O clima da fazenda precisa ser o mais favorável possível para que o empregado se sinta à vontade profissionalmente para desempenhar seus afazeres. Cada agronegócio tem o seu clima organizacional fundamentado no perfil de funcionários e tipo de público a ser recebido.

Portanto, curta e compartilhe, deixe seu comentário sobre o assunto! Qual a sua opinião?

Receba nossos conteúdos

Assine a lista e receba conteúdos exclusivos do portal

Obrigado! Sua assinatura foi confirmada com sucesso!

Gostou do artigo? Deixe seus comentários abaixo

comentários

Share This